MPPB apura informações sobre suposto desabastecimento de combustível em Campina

Foto: Reprodução

O Ministério Público da Paraíba está apurando as informações acerca de um suposto risco de desabastecimento de combustíveis no município de Campina Grande. O promotor de Justiça que atua na defesa dos direitos do consumidor, Sócrates da Costa Agra, que é também diretor regional do Programa de Proteção aos Direitos do Consumidor (MP-Procon), se manifestou sobre o assunto, garantindo à população que estão sendo envidados todos os esforços para averiguar a situação e evitar quaisquer abusos relacionados ao valor do combustível.

“Além disso, serão investigadas a veracidade das informações apresentadas acerca do desabastecimento, responsabilizando qualquer um que tenha divulgado informações errôneas que levem ao caos no consumo de combustível na cidade. Reafirmamos nosso compromisso na defesa do consumidor, garantindo todos os seus direitos básicos, notadamente, informação e prevenção contra danos patrimoniais, coletivos e difusos”, afirmou o promotor de Justiça.

Sócrates Agra informou que notificaria o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis de Campina Grande para que esclareça, oficialmente, a situação. O representante do MPPB também informou que haverá fiscalização nos postos de combustíveis para verificação dos preços e informou aos consumidores que, embora já tenham sido iniciadas investigações, qualquer denúncia acerca do problema poderá ser feita através dos canais virtuais disponibilizados pelo Ministério Público, a exemplo do Protocolo Eletrônico (http://www.mppb.mp.br/protocoloeletronico), do e-mail cg.promotoriadoconsumidor@gmail.com ou pelo Watsapp 83 99318-3472.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *